PREFÁCIO

 

 

Conversando com mães.

A expansão dos meios de comunicação tem favorecido, nos últimos anos, a divulgação dos cuidados médicos dedicados a pais e filhos – basta verificar a grande quantidade de revistas, livros, programas de TV, cursos para gestantes, etc. Isto, a meu ver, é muito bom, porque melhora a atenção para aspectos até então deixados de lado no quotidiano. E sendo a Puericultura sobretudo a arte do carinho, quem é mais lembrado é melhor cuidado.

 

Dentro desta visão, o livro DE MÃE PARA MÃE, do Dr. Sebastião José Saraiva Filho, destaca-se com um encanto particular. Sentindo necessidade de ensinar as mães como tratar de si durante a gravidez e de seus filhos. Saraiva Filho procura utilizar a arte da simplicidade, e o faz de modo excepcional, com linguagem atraente, muita viva e atual. O que enriquece o texto deste livro não é apenas a técnica empregada, mas a vantagem de ser escrito por alguém com profunda vivência profissional, sentindo que precisa contar o que sabe, o que tem dentro de si, porque seu conteúdo é importante, ele sabe que dentro de si há muita coisa arquivada que necessita ser exposta aos outros.Este aspecto diferencia muito este livro dos demais citados no índice deste prefácio.

 

O Dr. Sebastião José Saraiva Filho acumulou muita sabedoria no decorrer dos anos, e sente que é preciso reparti-la com aqueles que dependem dele de maneira muito direta – mães e crianças. E o faz de modo também diferente dos demais autores, porque em cada capítulo há um profundo sentido filosófico e religioso.

 

A gente sente no Dr. Saraiva Filho o homem dotado de um bom senso muito grande, mas acima disso, de um modo muito bonito de ver e sentir a vida, com integridade.

 

Tenho a certeza de que DE MÃE PARA MÃE tem um destino muito definido – e os pais saberão utilizá-lo para que seus filhos tenham uma vida melhor.

Drauzio Viegas

Professor de Pediatria e Puericultura da

Faculdade de Medicina da Fundação do

ABC, São Paulo

 

 

 

 

INTRODUÇÃO

 

Por uma destas circunstâncias que poucas vezes ou talvez somente agora ocorre em minha vida profissional, neste caso tão rigorosamente excepcional quanto honroso, sou convidado a dizer algumas palavras à guisa de intróito ao belo trabalho do meu colega e amigo Dr. Sebastião Saraiva, no qual sugere às futuras mamães o caminho de firmeza e comodidade que devem palmilhar desde a concepção à adolescência de seus filhos.

 

Caminho de sentido prático e imediato que se traduz em preservação da saúde, recuperação de vidas, muitas vezes na iminência de serem perdidas, ensinamentos que jamais poderão agradecidos ao jovem colega que nos surpreendeu com a escolha para dizer algumas palavras na apresentação do seu trabalho. Ensinamentos, sugestões, condutas maternalmente humanas e profissionalmente certas que dificilmente saberemos agradecer na medida do que seria grato que lhe pudesse agradecer.

 

Muito obrigado pela escolha do meu nome e toda a satisfação pelos ensinamentos que seu trabalho oferece.

 

Amaral de Mattos.

Professor de Pediatria da

Faculdade de Medicina da Universidade

Federal do Maranhão – UFMA.

 

 

 

Como não poderia deixar de ser, faço um registro complementar. Transcrevo as palavras do meu amigo Aramis Paranho da Silva, matéria das “orelhas” do livro.

 

Por ser particular amigo do autor desta pequena “Grande Obra” e por ter sido convidado a participar da mesma, é que darei a minha parcela de otimismo aos leitores, bem como a minha palavra de estímulo para o autor – O título da obra é “De Mãe Para Mãe” e eu irei mais adiante, dizendo que não é apenas “De Mãe Para Mãe” como é pura e simplesmente “O Obstetra e o Pediatra em sua casa 24 horas por dia”.

Sebastião José Saraiva Filho nasceu em São Luís, bairro do Monte Castelo, no dia 04 de julho de 1947, em berço humilde, sem desfrutar de riqueza – “Em verdade vos digo que é difícil entrar um rico no Reino dos Céus”, Mat.19.23. Formado em Medicina pela Universidade do Maranhão, em 1974. Fez Residência em Pediatra no Hospital Infantil da Cruz Vermelha Brasileira de São Paulo. Também, fez pós-graduação em Medicina do Trabalho pela Faculdade de Medicina de Santo Amaro, em São Paulo. Quando estudante de Medicina lecionou Inglês em várias escolas do II Grau, em São Luís.

 

É participante ativo e espontâneo em trabalho de comunidades carentes, altamente preocupado com a alimentação infantil, pois além de ser pai de dois lindos garotos, é apaixonado por crianças, daí o porque de se especializar em Pediatria.

 

O desejo do autor não é outro, senão o de levar este livro aos que, de certa forma, estão afetos às crianças de hoje – homens de amanhã – para que os homens que surgirem destas crianças de hoje sejam devidamente alicerçados de acordo com a Lei Divina – “Deixai vir a mim os meninos, e não os impeçais porque dos tais é o Reino de Deus” Luc.18.16

 

Também reflete a inquietude do autor no que diz respeito ao elevado grau de desinformação da mãe sobre o filho; ao relacionamento médico-médico, médico-paciente e família-criança. Também, oferece uma reflexão sobre o aborto com uma visão médico-socio-política. E narrado por uma personagem feminina, que aparece na capa com uma criança no colo – sua mãe e seu filho mais velho.

Aramis P.da Silva

 

PREFÁCIO

 

 

Conversando com mães.

A expansão dos meios de comunicação tem favorecido, nos últimos anos, a divulgação dos cuidados médicos dedicados a pais e filhos – basta verificar a grande quantidade de revistas, livros, programas de TV, cursos para gestantes, etc. Isto, a meu ver, é muito bom, porque melhora a atenção para aspectos até então deixados de lado no quotidiano. E sendo a Puericultura sobretudo a arte do carinho, quem é mais lembrado é melhor cuidado.

 

Dentro desta visão, o livro DE MÃE PARA MÃE, do Dr. Sebastião José Saraiva Filho, destaca-se com um encanto particular. Sentindo necessidade de ensinar as mães como tratar de si durante a gravidez e de seus filhos. Saraiva Filho procura utilizar a arte da simplicidade, e o faz de modo excepcional, com linguagem atraente, muita viva e atual. O que enriquece o texto deste livro não é apenas a técnica empregada, mas a vantagem de ser escrito por alguém com profunda vivência profissional, sentindo que precisa contar o que sabe, o que tem dentro de si, porque seu conteúdo é importante, ele sabe que dentro de si há muita coisa arquivada que necessita ser exposta aos outros.Este aspecto diferencia muito este livro dos demais citados no índice deste prefácio.

 

O Dr. Sebastião José Saraiva Filho acumulou muita sabedoria no decorrer dos anos, e sente que é preciso reparti-la com aqueles que dependem dele de maneira muito direta – mães e crianças. E o faz de modo também diferente dos demais autores, porque em cada capítulo há um profundo sentido filosófico e religioso.

 

A gente sente no Dr. Saraiva Filho o homem dotado de um bom senso muito grande, mas acima disso, de um modo muito bonito de ver e sentir a vida, com integridade.

 

Tenho a certeza de que DE MÃE PARA MÃE tem um destino muito definido – e os pais saberão utilizá-lo para que seus filhos tenham uma vida melhor.

Drauzio Viegas

Professor de Pediatria e Puericultura da

Faculdade de Medicina da Fundação do

ABC, São Paulo

 

 

 

 

INTRODUÇÃO

 

Por uma destas circunstâncias que poucas vezes ou talvez somente agora ocorre em minha vida profissional, neste caso tão rigorosamente excepcional quanto honroso, sou convidado a dizer algumas palavras à guisa de intróito ao belo trabalho do meu colega e amigo Dr. Sebastião Saraiva, no qual sugere às futuras mamães o caminho de firmeza e comodidade que devem palmilhar desde a concepção à adolescência de seus filhos.

 

Caminho de sentido prático e imediato que se traduz em preservação da saúde, recuperação de vidas, muitas vezes na iminência de serem perdidas, ensinamentos que jamais poderão agradecidos ao jovem colega que nos surpreendeu com a escolha para dizer algumas palavras na apresentação do seu trabalho. Ensinamentos, sugestões, condutas maternalmente humanas e profissionalmente certas que dificilmente saberemos agradecer na medida do que seria grato que lhe pudesse agradecer.

 

Muito obrigado pela escolha do meu nome e toda a satisfação pelos ensinamentos que seu trabalho oferece.

 

Amaral de Mattos.

Professor de Pediatria da

Faculdade de Medicina da Universidade

Federal do Maranhão – UFMA.

 

 

 

Como não poderia deixar de ser, faço um registro complementar. Transcrevo as palavras do meu amigo Aramis Paranho da Silva, matéria das “orelhas” do livro.

 

Por ser particular amigo do autor desta pequena “Grande Obra” e por ter sido convidado a participar da mesma, é que darei a minha parcela de otimismo aos leitores, bem como a minha palavra de estímulo para o autor – O título da obra é “De Mãe Para Mãe” e eu irei mais adiante, dizendo que não é apenas “De Mãe Para Mãe” como é pura e simplesmente “O Obstetra e o Pediatra em sua casa 24 horas por dia”.

Sebastião José Saraiva Filho nasceu em São Luís, bairro do Monte Castelo, no dia 04 de julho de 1947, em berço humilde, sem desfrutar de riqueza – “Em verdade vos digo que é difícil entrar um rico no Reino dos Céus”, Mat.19.23. Formado em Medicina pela Universidade do Maranhão, em 1974. Fez Residência em Pediatra no Hospital Infantil da Cruz Vermelha Brasileira de São Paulo. Também, fez pós-graduação em Medicina do Trabalho pela Faculdade de Medicina de Santo Amaro, em São Paulo. Quando estudante de Medicina lecionou Inglês em várias escolas do II Grau, em São Luís.

 

É participante ativo e espontâneo em trabalho de comunidades carentes, altamente preocupado com a alimentação infantil, pois além de ser pai de dois lindos garotos, é apaixonado por crianças, daí o porque de se especializar em Pediatria.

 

O desejo do autor não é outro, senão o de levar este livro aos que, de certa forma, estão afetos às crianças de hoje – homens de amanhã – para que os homens que surgirem destas crianças de hoje sejam devidamente alicerçados de acordo com a Lei Divina – “Deixai vir a mim os meninos, e não os impeçais porque dos tais é o Reino de Deus” Luc.18.16

 

Também reflete a inquietude do autor no que diz respeito ao elevado grau de desinformação da mãe sobre o filho; ao relacionamento médico-médico, médico-paciente e família-criança. Também, oferece uma reflexão sobre o aborto com uma visão médico-socio-política. E narrado por uma personagem feminina, que aparece na capa com uma criança no colo – sua mãe e seu filho mais velho.

Aramis P.da Silva

 

 

   

Sobre...

“A História da Humanidade registra os movimentos de guerra em todos os momentos evolutivos das sociedades no mundo inteiro... Se tem sido possível formar batalhões destrutivos baseados no egoísmo, talvez seja possível, mais razoável e humano compor legiões construtivas respaldadas no altruísmo”