O MÉDICO NO BRASIL

 

Poesias de Cordel

O Médico no Brasil 
É…Estou comendo o pão que o diabo amassou!

Click para Ler a Obra CompletaClick para Ler a Obra Completa

Comentário

São Luís/MA, março de 1981.
Um grupo significativo de médicos faz parte da Comissão Executiva da Campanha Nacional dos Médicos por Melhores Condições de Trabalho e Remuneração. Comissão Organizadora da Campanha no Maranhão. 
Eu estou nesse grupo.

Inserida nesse movimento da categoria médica está a guerreira mulher e respeitável obstetra Maria Aragão. Gravitando em torno de si encontram-se médicos jovens entusiastas pela melhoria das condições de trabalho tais como Antonio Rafael Silva, Thompson Spíndola do Nascimento e sua esposa e colega Lila, Maria do Carmo Chaves, Juarez Alves de Lima e sua esposa e colega Ilis Xavier e tantos outros. Tinha um colega japonês – não lembro seu nome -, que logo depois foi trabalhar na África. Uma criatura especial!
Naquela ocasião precisávamos viajar para o Rio de Janeiro, onde iria acontecer o Fórum Nacional, mas não dispúnhamos de recursos financeiros para comprar as passagens e pagar a hospedagem dos colegas que precisavam marcar presença no evento.
Então, ocorreu-me a idéia de escrever um livro de Poesia de Cordel, e vendê-lo entre os colegas de São Luís, num primeiro momento, depois levar um tanto para vender aos participantes do Fórum no Rio de Janeiro. 
A idéia foi boa. Além de angariar fundos, conseguimos divulgar, com certa graça, o nosso pensamento pertinente ao movimento. Foi um sucesso!
Hoje, 14 de maio de 2007, depois de 26 anos, ainda testemunhamos as precárias condições de trabalho no setor da saúde, em muitas cidades brasileiras. A nossa querida Maria Aragão já não está mais entre nós. Eu mudei da minha terra e estou residindo em Ribeirão Preto/SP, e implantando um trabalho médico-social numa cidade distante 58km, chamada Cajuru. Estou muito envolvido e convicto de que colherei algum fruto nos campos da justiça social e da saúde social.
Após os comentários acima, como que para refrescar a memória do companheiro e colega da época, de forma mais efetiva. 
Agora passarei a apresentar a Poesia de Cordel, precedida da sua respectiva Introdução.

 

Leia a Obra completa...

 

   

Sobre...

“A História da Humanidade registra os movimentos de guerra em todos os momentos evolutivos das sociedades no mundo inteiro... Se tem sido possível formar batalhões destrutivos baseados no egoísmo, talvez seja possível, mais razoável e humano compor legiões construtivas respaldadas no altruísmo”